Segunda-feira, 20 de Abril de 2009
Tu eras

Tu eras a aquela

Minha panela

Que fervias…

Quando te apetecia.

 

Quando me irritavas

Saltava-me a tampa

E quando me queimavas

Ias logo para a campa.

 

Tu eras aquela desilusão,

Que percorria em todo o corpo

Mas às vezes tinhas razão

Porque estou a viver no Porto!

 

Hugo

 



publicado por ML às 23:34
link do post | comentar | favorito

1 comentário:
De carina fernandes a 3 de Junho de 2009 às 13:21
s'tora o poema nao è do Hugo é meu e da Soraia Conceição.

espero que mude rapidamente

obrigado


Comentar post

.mais sobre mim
.arquivos

. Abril 2009

. Fevereiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

.Abril 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
21
22
23
24
25

26
27
28
29


.posts recentes

. ...

. Tu eras

. A nossa refeição francesa

. Um dia...

. Estrela

. Estrela

. Da janela do meu quarto

. O meu Natal

. Poema de Natal

. À Beira do Lago dos Encan...

. A obra

. Quem sou eu? - telegrama

. Conto de Natal

. A casa espacial

. Natal

. Acróstico

. ...

. A casa espacial (texto de...

. Agora é a sério!!!!

.links
.pesquisar
 
.tags

. todas as tags